Fins-de-semana exigentes para os pilotos Motorace

18 05 2011

A Pista do Casarão, em Águeda, começou a segunda metade do
Campeonato Nacional de Motocross e, num dia com bom clima e público, subiu a
fasquia aos pilotos da ‘caravana’. O técnico traçado que recebe todos os anos o
Mundial da modalidade impressiona com os seus saltos grandes e leva a que
qualquer erro se pague caro.

Sérgio Pita foi dos poucos pilotos que se sentiu
verdadeiramente bem com o traçado do Casarão, fazendo todos os saltos com à
vontade com a sua Suzuki RMZ 450 preparada pela Motorace. Pita conseguiu o nono
melhor tempo do treinos cronometrados da classe MX1, equivalente à mesma
posição da grelha para as corridas.

Com a pista bem mais degradada e esburacada, os pneus Sava
e as suspensões preparadas pela equipa foram uma mais-valia e, mesmo se não
conseguiu o melhor dos arranques, Sérgio Pita acabaria por subir até ao nono
lugar final.

Na última corrida do dia, que junta ambas as classes, Pita
arrancou melhor, mas uma queda muito forte logo à segunda volta ditou o seu
abandono, felizmente sem consequências de maior para o piloto que ainda assim
mantém o sétimo lugar no campeonato.

Edgar Almeida não se sentiu tão à vontade com os enormes
saltos, mas levou a sua RMZ 450 a bom porto e sem arriscar quedas, terminando a
primeira manga em 18º e fechando o dia no sexto lugar do Troféu Suzuki, no qual
se encontra na quinta posição.

O Campeonato prossegue para os Açores, mais precisamente
para a Ilha de S. Miguel, já neste fim-de-semaa, uma ronda que irá exigir
bastante da logística da equipa Motorace e dos dois pilotos que irão defender
as suas cores, Sérgio Pita e Edgar Almeida.





Prestações sobem para a Motorace

21 04 2011

O Campeonato Nacional de Motocross chegou a meio na prova de Casais de S. Quintino que se disputou no passado fim-de-semana. A imponente pista da zona Oeste apresentou-se ao seu mais alto nível, exigindo muito dos pilotos e máquinas no seu traçado rápido e duro e juntando muito público num espectáculo de topo.

A evolução de Sérgio Pita continua a crescer, com o jovem piloto de Ponte de Sôr a conseguir ser cada vez mais rápido com a Suzuki RMZ 450. Pita sente-se mais confiante e à vontade com a moto maior, graças ao treino e aos pequenos ajustes que vão sendo feitos pela equipa e isso vê-se pelos resultados. Sérgio começou com um excelente nono lugar na primeira manga de MX1, mas viria a melhorar mais na manga final, a de Elite. Pita aproveitou-se da tracção dos pneus Sava para arrancar no segundo lugar e aí se manteve durante algum tempo, acompanhando o ritmo dos pilotos mais fortes durante muito tempo. O piloto da Motorace viria a descer alguns lugares, terminando num brilhante nono lugar da Elite e sétimo de MX1, o que lhe deu a mesma posição na geral das duas mangas e mantendo o sétimo posto no campeonato da classe e subindo de 21º para 13º no campeonato Elite com esta excelente prestação. Para Pita «Este foi um dia excelente e mesmo com estas subidas e descidas com tanta velocidade, a minha RMZ 450 com o escape FMF conseguia acompanhar as motos oficiais. Senti-me ainda mais confiante com a moto, e os pneus Sava deram-me tracção neste piso escorregadio. Quero melhorar ainda mais!»

Edgar Almeida voltou a sofrer algumas quedas, principalmente na última corrida do dia com a pista mais degradada, mas o piloto de Torres Vedras nunca baixou os braços, sendo recompensado com o terceiro lugar final no Troféu Suzuki onde subiu para quinto na tabela de pontos e se aproximou dos rivais mais próximos.

Mais habituado a pisos macios, Vítor Simões voltou a ser o único representante da Motorace em MX2, mas uma queda na primeira manga fez com que terminasse apenas no 28º lugar e fosse obrigado a alinhar na repescagem para tentar o apuramento para a Elite. Um mau arranque numa manga de apenas dez minutos de ‘tudo-ou-nada’ dificultou as coisas e Vitor ficou de fora da final do dia por apenas uma posição.

Tomás Salgado juntou-se à equipa nesta ronda apenas para rolar, aos comandos de uma das RMZ 450 preparadas pela equipa. A falta de treino condicionou os resultados, mas a potência da RMZ com o escape FMF potenciou o ‘holeshot’ na repescagem onde conseguiu o apuramento para a Final, conseguindo terminar em nono do Troféu Suzuki no fim de um dia ‘duro’.

A pista de Águeda será o palco da próxima prova, a disputar já no dia 8 de Maio.





2ª prova do nacional de mx

7 04 2011

Desenrolou-se já a segunda prova a contar para o Campeonato Nacional de Motocross, que passou agora pela difícil pista de Marinha das Ondas onde o público marcou uma presença muito forte e as corridas foram bem disputadas. O traçado em areia é super exigente para pilotos e mecânica e, mesmo com alguns precalços pelo meio, os três pilotos da Motorace estiveram à altura.

Cada vez mais adaptado à 450cc, Sérgio Pita voltou a ser o melhor colocado dos três e, mesmo se não se livrou de algumas quedas, terminou o dia em nono lugar de MX1. Segundo o piloto: «Estou cada vez mais adaptado à maior 450cc e a preparação feita pela Motorace também tem ajudado nisso. Nesta pista sofri algumas quedas, mas acho que ninguém se livrou disso hoje. Estou contente com o resultado e com a minha evolução.» comentou Pita que é agora sétimo no campeonato de MX1.

Edgar Almeida também teve um dia duro na exigente pista arenosa, sofrendo também algumas quedas, uma delas a queda colectiva no arranque de MX1 que atrasou vários pilotos. O piloto de Torres Vedras teve que vir de trás e recuperar posições, fechando o dia em 12º da classe MX1 destinada às 450cc, ocupando a mesma posição no campeonato e conquistando o quinto lugar do Troféu Suzuki.

A ‘jogar em casa’, Vitor Simões voltou a ser o único representante da equipa de Torres Novas na classe MX2 e, bem habituado àquele tipo de piso, ficou acima das expectativas, mesmo se também ele sofreu um par de pequenas quedas ao longo do dia. Vítor fechou o dia da classe mais ‘aguerrida’ num brilhante 15º lugar final, tendo sido 13º na primeira manga e 18º na segunda depois de uma queda no arranque.

Bem perto da Capital, Casais de S. Quintino será o palco da próxima prova, a disputar já no dia 10 de Abril.

O TeamMotopita agradece assim os apoios de MOTOPITA, MOTORACE, SORMOTOS, INKLUB, FLOR DAS HORTAS, ANGOSOR, PONTE OPTICA , SOLENOIDE, CAMARA MUNICIPAL E JUNTA DE FREGUESIA DE PONTE DE SOR e RADICAL CLUBE DE PONTE DE SOR.





CAMPEONATO NACIONAL DE MOTOCROSS

26 03 2011

                                   (clique na imagem para ler a noticia)

O TeamMotopita agradece assim os apoios de MOTOPITA, MOTORACE, SORMOTOS, INKLUB, FLOR DAS HORTAS, ANGOSOR, PONTE OPTICA , SOLENOIDE, CAMARA MUNICIPAL E JUNTA DE FREGUESIA DE PONTE DE SOR.





Carrilho vence em Elvas

28 02 2011

O TeamMotopita esteve presente no 1º raid TT de Elvas no passado fim de semana,uma prova que contou com a presença de 30 motos e o nosso piloto Ricardo Carrilho.

A prova era composta por 7 voltas de 4 quilometros ao cronometro, nas quais o piloto pontessorense conseguiu o melhor tempo final e o melhor tempo de volta conseguindo assim trazer para Ponte de Sor o primeiro lugar depois de uma acesa luta com o segundo classificado que na entrada para a ultima volta estava a apenas 1 segundo do piloto apoiado pelo INKLUB.No final Carrilho acabou com uma vantagem de 5 segundos,uma victoria suada mas merecida para o jovem piloto.

O TeamMotopita agradece assim os apoios de MOTOPITA, MOTORACE, SORMOTOS, INKLUB, FLOR DAS HORTAS, ANGOSOR, PONTE OPTICA , SOLENOIDE, CAMARA MUNICIPAL E JUNTA DE FREGUESIA DE PONTE DE SOR.

Aqui fica um video da prova.





Troféu rómoto 2011

22 02 2011

Começou a época 2011 do troféo regional centro/sul Rómoto em que o teammotopita esteve presente com o piloto Ricardo Carrilho.

A pista estava em prefeitas condições mas antes dos treinos livres fortes chuvadas cairam sobre a pista de Frade de cima o que a deixaram com muita agua e muito dificil a progressão no terreno.

Nos treinos cronometrados o piloto pontessorense apenas fez 2 voltas ao traçado sobe uma forte intemperie para tirar tempo para a grelha e conseguio um bom 26º tempo entre 45 pilotos presentes em mx2,apenas alinham os 40 melhores para a manga de mx2.

Na primeira manga o piloto apoiado pela motopita arrancou bem e a meio da prova ia a meio da tabela quando uma pequena queda fez com a moto fosse a baixo e o piloto perderia assim 1 volta a tentar por a mesma a trabalhar,mesmo assim conseguia terminar a manga num honroso 32ºlugar final.

Como só passam a final elite os 20 melhores de cada classe Ricardo teve de correr a segunda manga na classe novatos na qual fez o holeshot mas acabaria a manga num 11º lugar que devido as condições da pista e a dificuldade em manter trajectorias acabaria por ser um bom lugar numa manga onde alinharam 25 pilotos.

No final o 15º lugar geral na classe novatos acaba por ser um optimo lugar para o piloto que esta apostado em ganhar a classe.

O teamotopita agradece os apoios de Motopita,Sormotos,Motorace,INKLUB,Ponte optica,Flor das Hortas,angosor,Solenoide,Camara municipal de Ponte de Sor,Junta de freguesia de Ponte de Sor e Radical clube de Ponte de Sor.





24ª baja de Portalegre

2 11 2010

O team motopita esteve presente na 24ª edição da baja de Portalegre atraves do piloto Ricardo Carrilho.

O piloto de Ponte de Sor começou bem com o 33º tempo no prologo,mesmo sem conhecer bem o percurso e do nervosismo por ser a primeira prova do genero efectuada pelo piloto que esta mais habituado ao motocross.

No sabado o piloto apoiado pela sormotos iniciou a prova com um certo a vontade e no primeiro controlo aparecia num exelente 42º lugar,a partir deste ponto começou os azares,primeiro os fisicos com varias caimbrias na perna esquerda e depois os mecanicos com dificuldades em ter os oculos em boas condições devido a chuva rapidamente se gastaram os roll offs e depois acabaria por ficar sem travão trazeiro o que fez com que fizesse metade da prova sem travão.

Mesmo assim e perdendo muito tempo num ribeiro na parte final da prova o piloto apoiado pela motorace acabou a prova com muito sacrificio num exelente 51º lugar.

O objetivo da prova foi superado pois o mesmo seria terminar a prova devido a duresa da mesma e por ser a primeira do piloto deste genero.

Um muito obrigado a todos os que apoiaram o piloto na assistencia,MOTOPITA;SORMOTOS;MOTORACE e SPORTMOTOR.

Helder,Ricardo,Nuno,Carlon,Ana"mor",Sergio Pita,Cajo





Team motopita no trofeu romoto

25 10 2010

Ricardo Carrilho

O team motopita esteve presente em mais uma prova do trofeu romoto com o piloto Ricardo Carrilho,desta feita uma prova so para amadores mas uma prova onde acabou por aparecer em prova os pilotos de topo que normalmente não pontuavam neste campeonato.

Assim o piloto do team motopita acabou por fazer o 30º tempo nos treinos em 37 pilotos.

Na primeira manga Carrilho fez um exelente arranque e evitou a queda colectiva na primeira curva e andou dentro dos 10 primeiros na primeiras voltas mas viria a acabar a manga no 29º lugar,fruto do desconhecimento da nova moto e algum cansaço devido a ter as suspensões com uma afinação muito dura.

Na segunda manga um pessimo arranque fez com que o piloto apoiado pela motorace fizesse uma manga de tras para a frente onde ja mais habituado a nova mota conseguiu reduzir os tempos por volta e terminar num bom 28º lugar.

Aproxima prova do team motopita sera a 24ª baja de Portalegre onde ira estar presente com o piloto Ricardo Carrilho com o numero 55.





Sergio Pita 4º em sx2

1 09 2010

A pista ribatejana de Supercross de Paços dos Negros, em Almeirim, fez as honras de encerramento do Campeonato de 2010. A sexta e última corrida nocturna do ano encheu-se de público que assistiu a um excelente espectáculo onde, às animadas lutas em pista, se juntou um show de Freestyle Motocross.

A equipa Motorace voltou a estar bem representada com os seus dois pilotos, Nuno Gonçalves na classe SX1, com a Suzuki RMZ 450, e Sérgio Pita na classe SX2, com a Suzuki RMZ 250. Ambos voltaram a mostrar bom desempenho, fechando a época em posições de destaque.

Nuno Gonçalves não teve a sorte do seu lado na Final de SX1, ao partir a corrente da sua moto e a manete de embraiagem na sequência de uma queda, o que o levou ao abandono na final e o obrigou a alinhar na repescagem para ter a possibilidade de participar na Final Elite. O arranque nessa final não foi dos melhores, mas Gonçalves conseguiu subir posições para terminar na sexta posição. Mesmo com o abandono na Final de SX1 Nuno terminou a época num brilhante terceiro lugar da tabela de pontos, sendo oitavo na classificação da Elite.

Também Sérgio Pita esteve muito bem na corrida ribatejana, mostrando que tem mesmo subido de forma e técnica. O jovem piloto voltou a ser quinto na Final de SX2, o que lhe permitiu terminar a época no quarto lugar. Já na Elite, Pita não conseguiu impôr a sua 250cc contra algumas das mais potentes 450cc, terminando a corrida em 12º, ainda assim o suficiente para terminar em 10º na tabela de pontos final da Elite.

Com o final do Campeonato Nacional de Supercross, é a vez de começar já no dia 5 de Setembro o Campeonato Nacional de Motocross MX2, no qual Sérgio Pita defenderá as cores da Motorace e seus patrocinadores e lutará para melhorar a 10ª posição final conquistada em 2009.





Team motorace em destaque

26 08 2010

 

Ourém marcou a recta final do Campeonato Nacional de Supercross, mas a emoção da corrida foi a mais forte até agora! Muitas lutas em pista fizeram vibrar o muito público presente na Pista do Escandarão, onde os dois pilotos da Equipa Motorace estiveram em destaque.

Sérgio Pita tem vindo a subir de nível e em Ourém voltou a fazê-lo. O jovem piloto levou a sua Suzuki RMZ 250 a um brilhante quinto posto na Final da classe SX2, após mostrar um ritmo bem forte numa pista que se mostrou exigente. Já na Super-Final, corrida que junta ambas as classes, Pita voltou a rodar forte para terminar em 10º, a mesma posição que ocupa na tabela de pontos dessa mesma classe, já que na tabela de SX2 é sexto a apenas um ponto do quinto, posição que está ao seu alcance.

No entanto, com Nuno Gonçalves veio a ‘cereja no topo do bolo’, já que o piloto levou a sua Suzuki RMZ 450 a repetir o pódio na Final da sua classe, a de SX1, mas o melhor ainda estaria para vir numa Super-Final Elite cheia de emoção até à última volta. Nuno esteve dentro dos lugares de pódio toda a corrida, mas ascendeu à liderança a cerca de meio da corrida, posição que conseguiu defender até um par de voltas para a bandeira de xadrez. O piloto da Motorace tentou tudo para recuperar o primeiro posto e conquistar a sua primeira vitória na Elite, mas já não foi possível. Ainda assim foi terceiro no cortar da meta, uma posição há muito merecida e esperada.

A última ronda deste animado campeonato será disputada no ribatejo já no dia 29 de Agosto, na popular pista de Paço dos Negros.